quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

A engenhoca!


Sempre apreciei artesanato. Desde muito cedo aprendi com minha mãe a lidar com a máquina de costura e trabalhar com os retalhos fabricando roupas de bonecas.
Hoje bem crescida, (risos), olho para aquela máquina de costura que mais parece uma engenhoca. Outro dia mostrei para meu filho como nada nela é exato, você coloca a agulha e vai "ajeitando" o local que ela te oferece o melhor ponto, tudo tem que ser bem lubrificado e limpo, senão engasga e não funciona.
Mas, a lição de tudo isso e que me remete ao passado, é que minha mãe era uma costureira admirável, aquela que costurava até um terno. Teve que estudar dois anos para chegar a esse nível.
Acredito que era uma faculdade de moda e qualificação profissional de primeira, tal o rigor e a perfeição dos trabalhos.
Como chegar a tudo isso costurando numa "engenhoca" daquelas, era disciplina demais!!
Hoje temos as máquinas de costura que funcionam como um computador, lá você borda, faz trabalhos incríveis apenas programando, que facilidade. Viva a tecnologia!! Queria que minha mãe estivesse aqui para ver tudo isso, acredito que iria pensar quanto tempo ela perdeu, fazendo uma casinha de botão à mão, e tinha que sair perfeita.
Mas tudo tem seu curso, nossa vida é assim, vivemos momentos em que podemos praticar muitas coisas ao mesmo tempo, e com isso desfrutar mais o nosso momento. Acabam de descobrir mais 19 planetas habitáveis, além dos 15 que já haviam descobertos, e eu sei que não vou ter a chance de ver as pessoas indo passar férias em outro planeta, (risos), mas quem sabe minha neta?
Mas que é legal ver a engenhoca costurar belíssimos trajes e saber que daqui a pouco poderemos passar férias em outro planeta, porque a terra ficou pequena demais!! Hahahaha!
Viva o homem e sua inteligência brilhante, capaz de ultrapassar todos os limites que esta própria inteligência imagina...

Nenhum comentário:

Postar um comentário